O Laboratório

Quem Somos

Criado no ano de 1978, o Laboratório de Telecomunicações (LabTel) é um laboratório vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica (PPGEE), do Departamento de Engenharia Elétrica, localizado no Centro Tecnológico da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Suas linhas de pesquisa são Telecomunicações e Tecnologia da Informação. Além disso, o LabTel conta com dois laboratórios, um dedicado à simulação computacional em comunicações ópticas e o outro exclusivo para a realização de trabalhos experimentais.

A equipe de trabalho é formada por alunos desde a graduação, passando pelo mestrado, doutorado e pós-doutorado. Os pós-docs do LabTel tem como objetivo atuar na orientação e na realização dos trabalhos de modo que aproximem os alunos da Iniciação Científica (Graduação) e os de Mestrado e Doutorado (Pós-Graduação) e, assim, dinamizar a realização de trabalhos científicos e tecnológicos.

O laboratório também possui uma notável inserção internacional, com parcerias efetivas e diversas colaborações, por exemplo, com pesquisadores de países como Portugal, Espanha, França, Canadá, Dinamarca e muitos colaboradores de instituições brasileiras. Em breve, as contribuições devem estender para pesquisadores da América do Sul, onde essas atividades são menos proeminentes. O objetivo é aprender novas maneiras de resolver problemas e alcançar o padrão internacional no desenvolvimento de nossas atividades. Esta visão aplica-se no Ensino, Pesquisa e Extensão.

História do LabTel

  • 28 de Novembro de 1978

    Nessa data, é criado o Laboratório de Telecomunicações (LabTel), na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). O Laboratório faz parte do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica (PPGEE) da Universidade.

    Inicialmente, o objetivo era realizar pesquisas nas áreas de eletromagnetismo aplicado, telefonia e radiopropagação.

  • 1991

    O laboratório passa a ser ambiente de pesquisa do recém-criado Programa de Mestrado em Engenharia Elétrica da UFES.

  • 1997

    Após o sucesso do Programa de Mestrado, foi instituído o de Doutorado e, dessa forma, o LabTel recebeu mais estudantes e estendeu suas atividades de pesquisa à área de Comunicações Ópticas.

  • 1999

    Com a crescente de projetos desenvolvidos, o Laboratório passa a organizar eventos de renome nacional e internacional, como o Simpósio Brasileiro de Telecomunicações (SBT) desse ano.

  • 2009

    Buscando aproximar os trabalhos realizados no LabTel, foi elaborado o projeto de formação do Núcleo de Excelência de Fotônica em Comunicações do Espírito Santo (NEFCES). A partir disso, houve um avanço substancial na capacidade de realização de trabalhos experimentais no LabTel. Esse projeto ainda proporcionou uma maior interação com colaboradores de outras Instituições de Ensino Superior (IES) que também participaram dele.

  • 2010

    Nesse ano, o LabTel teve um dos eventos técnico-científicos mais importantes do Brasil: o MOMAG. O MOMAG é um evento bienal promovido pela Sociedade Brasileira de Micro-Ondas e Optoeletrônica (SBMO) e pela Sociedade Brasileira de Eletromagnetismo (SBMag). Nesse ano, o evento juntou o 14º SBMO - Simpósio Brasileiro de Micro-Ondas e Optoeletrônica e o 9º Congresso Brasileiro de Eletromagnetismo.

  • 2012

    A partir da aprovação de novos projetos e do ingresso de novos estudantes, faz-se necessário ampliar a estrutura do LabTel mudando o Laboratório para o prédio de Pós-Graduação do Centro Tecnológico (CT-VI), da UFES, e hoje possui uma infraestrutura adequada ao desenvolvimento de modelagem e simulação de componentes, sistemas e redes, além de aplicações de dispositivos em fibra envolvendo sensores ópticos.

    E ao final do ano, aconteceu o WORKINOVA: Workshop Dinamarca-América do Sul sobre Tecnologias Sustentáveis, Pesquisa e Inovação, que foi o primeiro evento internacional organizado pelo grupo.

  • 2013

    Com o início de projetos de pesquisa envolvendo desenvolvimento de protótipos e a participação ativa de equipes empresarias acompanhando o andamento e os resultados apresentados, iniciou-se uma nova fase no LabTel. Nesse período, a organização da equipe cresceu e, dessa forma, passou a ser essencial para continuar e avançar e obter a produção científica esperada. Atualmente, o apoio técnico e administrativo é um ponto importante na atuação do LabTel.

  • 2014

    O LabTel participa da comemoração mundial pelos 10 anos da criação da plataforma Arduino, promovendo o Arduino Day na UFES. O evento contou com ciclo de palestras, oficinas voltadas para alunos e exposição de projetos que utilizam a plataforma.

  • 2015

    Nesse ano, o LabTel participa da organização do mais importante evento científico nacional sobre redes de computadores e sistemas distribuídos, e um dos mais concorridos na área de Ciência da Computação: o Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos (SBRC), realizado em Vitória.

  • 2016

    O LabTel conta com a colaboração do Núcleo de Estudos em Redes Definadas por Software (NERDS), vinculado ao programa de Pós-Graduação em Informática (PPGI) e atuante na área de redes ópticas, o que permitiu estender montagens envolvendo temas como datacenters, "redes definidas por software" e a possibilidade de realização experimental.

  • 2017

    Da mesma forma, o Núcleo de Inovação, Desenvolvimento e Pesquisa Pró-África (NIDA) também e colaborador do LabTel, tendo como objetivo desenvolver, acompanhar, contribuir e ajudar na implementação de tecnologias inovadoras no continente africano e, dessa forma, compartilhar com os parceiros africanos o vasto conhecimento adquirido ao longo de suas formações (graduação e pós-graduação) realizadas em solos brasileiros.

  • 2018

    Em 2018, o LabTel completou 40 anos de existência. Ao longo de todo esse tempo, superamos muitos obstáculos, vencemos inúmeros desafios e conquistamos reconhecimento internacional.
    O LabTel agradece a todos que fizeram parte de nossa história e contribuíram para este extraordinário sucesso!